domingo, 30 de abril de 2017

BRASÍLIA ☼ Aleluia: “Greve geral foi tiro que saiu pela culatra”

Com a reforma trabalhista, segundo Aleluia, só vão sobreviver os sindicatos eficientes que defendam verdadeiramente os direitos de seus representados.

Aleluia é um dos 39 deputados baianos que compõe o Parlamento brasileiro | Foto: Ascom

“O povo brasileiro não foi na onda dos pelegos. A greve geral foi um tiro que saiu pela culatra”, afirma o deputado federal José Carlos Aleluia (DEM), ao comentar os protestos organizados pelas centrais sindicais na última sexta-feira (28). 

Para ele, o que se viu foi uma brutal demonstração de incompetência política com tentativas de impedir o direito de ir e vir dos cidadãos. “O desfecho deste fiasco sindical foram os abomináveis atos de violência, repudiados pela grande maioria da população”.

Na avaliação de Aleluia, o propósito do movimento não foi defender os interesses do povo brasileiro, mas os daqueles que vivem à custa do imposto sindical, que deixa de ser obrigatório no projeto da Reforma Trabalhista, aprovado pela Câmara Federal. “A farra está em seu capítulo final e o desespero bateu na porta dos pelegos, que não vão ter mais a boa vida financiada pelos trabalhadores e empreendedores”.

Com a reforma trabalhista, segundo Aleluia, só vão sobreviver os sindicatos eficientes que defendam verdadeiramente os direitos de seus representados. “Não tem cabimento a existências de mais de 11 mil entidades sindicais de trabalhadores e patrões como acontece hoje no Brasil. Está na hora de nosso país entrar no Século XXI e abolir uma legislação trabalhista de um tempo ditatorial”.

Fonte: Assessoria

0 comentários:

Deixe aqui sua opínião