sábado, 29 de abril de 2017

SALVADOR ☼ Inema aponta 14 praias impróprias para o banho em Salvador e região metropolitana

Tubarão, Penha, Ondina e Boca do Rio estão na lista divulgada pelo órgão na sexta-feira (28).
Praia do Corsário, no bairro da Boca do Rio, em Salvador (Foto: Alan Tiago Alves/G1)

Um levantamento divulgado nesta sexta-feira (28) pelo Instituto do Meio Ambiente e Recursos Hídricos (Inema) aponta que 14 praias de Salvador e região metropolitana estão impróprias para banho neste fim de semana. [Veja lista abaixo]

De acordo com a resolução Conama, a praia é considerada imprópria quando mais de 20% das amostras coletadas em cinco semanas consecutivas apresenta resultado superior a 1.000 coliformes fecais ou 800 Escherichia coli, ou quando, na última coleta, o resultado for superior a 2.500 coliformes termotolerantes ou 2.000 Escherichia coli, ou 400 enterococos por 100 mL de água.

O Inema pede para que os banhistas evitem as praias no período em que o tempo estiver chuvoso, pois podem ser contaminadas por arraste de detritos diversos, carregados das ruas através das galerias pluviais, podendo causar doenças. Além disso, não é aconselhável o banho próximo à saída de esgotos, desembocadura dos rios urbanos, córregos e canais de drenagem.

Confira a lista a com as praias que devem ser evitadas para o banho:

- Tubarão (em frente a antiga fábrica de cimento)

- São Tomé de Paripe (em frente a casa da Vila Maria)

- Periperi (na saída do acesso à praia)

- Penha ( em frente a Igreja Nossa Senhora da Penha)

- Bonfim (ao lado da quadra de esporte)

- Pedra Furada (atrás do Hospital sagrada família)

- Canta Galo (rua agrário Menezes)

- Ondina (próximo ao morro da sereia)

- Armação (em frente ao Hotel Alah Mar e a Rua João Mendes da Costa)

- Boca do Rio (em frente ao Posto Salva Vidas)

- Corsário (em frente ao posto salva vidas)

- Patamares (em frente ao Posto Salva-Vidas Patamares)

- Bogari (antigo Colégio João Florêncio Gomes)

- Buraquinho (a 200 metros do Rio Joanes)

0 comentários:

Deixe aqui sua opínião