sexta-feira, 14 de abril de 2017

SALVADOR/RMS ► Inema aponta 19 praias como impróprias para banho no feriado da Páscoa

O boletim do Instituto do Meio Ambiente e Recursos Hídricos (Inema), divulgado nesta quinta-feira (13) revelou que 19 praias de Salvador estão impróprias para banho no feriado da Páscoa.

Segundo o Inema, uma praia pode ser considerada imprópria para banho quando houver mais de 20% das amostras coletadas em cinco semanas consecutivas resultado superior a 1.000 coliformes fecais ou 800 Escherichia coli. Uma outra condição que faz a praia não ser recomendada para o uso dos banhistas é quando, na última coleta, o resultado for superior a 2.500 coliformes termotolerantes ou duas mil Escherichia coli ou 400 enterococos por 100 mL de água.

No período chuvoso as praias podem ser contaminadas. Por isso o Inema também não recomenda a ida à praia.

Confira a lista das praias impróprias para banho neste feriado:

-Tubarão (em frente a antiga fábrica de cimento)

-São Tomé de Paripe (em frente a casa da Vila Maria)

-Periperi (na saída do acesso à praia)

-Penha ( em frente a Igreja Nossa Senhora da Penha)

-Bogari (em frente ao colégio da PM)

-Bomfim (ao lado da quadra de esporte)

-Pedra Furada (atrás do Hospital sagrada família)

-Porto da Barra (em frente a rua Cesar Zama)

-Amaralina (No fundo da Escola Curpetino Lacerda)

-Armação (em frente ao Hotel Alah Mar e a Rua João Mendes da Costa)

-Boca do Rio (em frente ao Posto Salva Vidas)

-Corsário (em frente ao posto salva vidas)

-Patamares (em frente ao Posto Salva-Vidas Patamares)

-Farol de Itapuã (em frente à Rua da Música (Antiga Rua K)

-Bogari (antigo Colégio João Florêncio Gomes)

-Farol da Barra (próximo ao Barra Vento e escada de acesso à praia, em frente a Av. Oceânica)

-Buracão (em frente a escadaria da igreja)

-Rio Vermelho (em frente a Rua Bartolomeu de Gusmão, próximo a escada de acesso à praia, ao lado da Rua Morro da Paciência, próximo a escada de acesso à praia e em frente à igreja Nossa Senhora de Santana) e Buraquinho (há 200 metros do Rio Joanes).

0 comentários:

Deixe aqui sua opínião