quinta-feira, 11 de maio de 2017

ITAPARICA ūüĎŹ Lei que pro√≠be explora√ß√£o comercial da Ilha do Medo, em Itaparica, √© sancionada

Foi sancionada em Itaparica, na regi√£o metropolitana de Salvador, uma lei que pro√≠be a explora√ß√£o comercial da Ilha do Medo. A lei, cuja san√ß√£o foi publicada na √ļltima sexta-feira (5), no Di√°rio oficial do Munic√≠pio, revoga uma outra, aprovada em dezembro de 2016, que autorizava a explora√ß√£o comercial da ilha. 

Desde 1991 que a Ilha do Medo era considerada uma esta√ß√£o ecol√≥gica, que √© uma unidade de conserva√ß√£o de prote√ß√£o integral e que tem como objetivo a preserva√ß√£o da natureza e a realiza√ß√£o de pesquisas cient√≠ficas. A lei que transformou a ilha em esta√ß√£o ecol√≥gica determinava que o local s√≥ poderia ser usado para fins cient√≠ficos, de pesquisas e educacionais. 

De acordo com a Prefeitura de Itaparica, a lei de dezembro de 2016, que autorizava a explora√ß√£o comercial da ilha, colocava em risco todo o ecossistema da regi√£o. O bi√≥logo Diogo Nunes de Oliveira diz que o meio ambiente na Ilha do Medo seria alterado com a menor mudan√ßa no local. “Esta √© uma regi√£o que as esp√©cies utilizam de forma interligada. 

Ent√£o, mesmo que eu n√£o degrade o ambiente marinho, mas eu degradando a costa, altera as esp√©cies que est√£o al√≠”, explica. Ap√≥s ser aprovada, a lei que permitia a explora√ß√£o da ilha por entidades com fins lucrativos chegou ao Minist√©rio P√ļblico da Bahia (MP-BA). 

Durante as investiga√ß√Ķes, o MP-BA descobriu a exist√™ncia de um projeto para a constru√ß√£o de um spa no local, que iria realizar terapias com √°gua do mar. Atualmente, o MP-BA est√° apurando as responsabilidades sobre o projeto. Segundo a Prefeitura de Itaparica, com a lei sancionada na √ļltima semana, a Ilha do Medo permanece como esta√ß√£o ecol√≥gica. 

Em nota, a administra√ß√£o municipal diz que "a permiss√£o para a explora√ß√£o ambiental e tur√≠stica sustent√°vel ser√° precedida de criteriosa an√°lise t√©cnica do poder p√ļblico municipal, especialmente o treinamento hist√≥rico, cultural e de manejo, bem como o cadastramento dos t√©cnicos, dos guias e da equipe de apoio".

Ilha do medo : A Ilha do Medo, que n√£o √© habitada, √© a menor entre as 56 ilhas da Ba√≠a de Todos-os-Santos. L√° est√£o as ru√≠nas de um antigo casar√£o, onde no s√©culo 19 funcionava um lepros√°rio. Os moradores das ilhas que tinham doen√ßas incur√°veis eram levados para o casar√£o, onde ficavam isolados do resto da popula√ß√£o at√© morrer. 

O nome da ilha teria surgido por conta do casarão, de onde antigos moradores contam que conseguiam escutar os gemidos dos doentes; e de uma outra história, que diz que os índios tupinambás que viviam na região usavam a ilha para rituais e oferendas da tribo. Moradores de Itaparica dizem que as pessoas se assustavam ao escutar os gemidos dos doentes e o som dos rituais indígenas.

0 coment√°rios:

Deixe aqui sua opínião