sábado, 6 de maio de 2017

SALVADOR ☼ Chove quase 40% do esperado para todo o mês de maio

Apenas nos cinco primeiros dias de maio, choveu em Salvador 139,2 mm registrados em Mamede, no Subúrbio Ferroviário, de acordo com a prefeitura. Esse número corresponde a 38,6% da média climatológica para o mês inteiro, que é de 359,9mm. 

No mesmo período, a Defesa Civil de Salvador (Codesal) recebeu 208 solicitações, realizou 165 vistorias, e o setor social cadastrou 81 famílias. O órgão distribuiu ainda 4336m² de lona para famílias em área de risco.

Segundo a prefeirura, o maior número de solicitações foi de ameaça de desabamento de imóvel, com 91 chamados. Seguida de ameaça de deslizamento de terra, com 65 solicitações, queda de árvore, com 24 requerimentos para vistorias. Não apenas a Codesal, mas todo o Sistema Municipal de Proteção e Defesa Civil (Smpdc) permanece de prontidão.

“A previsão ainda é de tempo instável. Por isso estamos de prontidão para atender com celeridade todas as demandas. Continuamos com o plantão monitorando todas as áreas da cidade, principalmente aquelas que tem históricos de acidentes relacionados ao alto índice pluviométrico”, explica o diretor-geral da Codesal, Gustavo Ferraz.

Segundo a Defesa Civil, se perceber rachaduras nos imóveis, inclinação em postes ou árvores, assim como deslizamento de terra ou alagamentos, o cidadão deve entrar em contato o quanto antes com a central 199 e solicitar vistoria. O engenheiro vai verificar a situação e orientar o morador aos procedimentos a serem tomados.

0 comentários:

Deixe aqui sua opínião