terça-feira, 9 de maio de 2017

SALVADOR ūü§§ Com repasse atrasado pela SEMPS, Lar Vida sofre para pagar contas e funcion√°rios

O Lar Vida, que há 32 anos abriga crianças e adolescentes portadores de necessidades especiais, está passando por dificuldades financeiras sérias. Isso porque, segundo a direção do lar, desde janeiro a Secretaria Municipal de Proteção Social,Esporte e Combate à Pobreza (SEMPS), mantenedora do espaço, não encaminha os R$ 49 mil que fazem parte da parceria da secretaria com a instituição. Com essa demora no repasse, salários de quase 50 funcionários e contas de água e luz estão atrasadas. Atualmente, 107 pessoas vivem na instituição.

De acordo com S√īnia Argolo, coordenadora e assistente social h√° 17 anos do Lar Vida, a Semps est√° burocratizando o pagamento. "Semana passada eles disseram que faltava uma outra papelada. Providenciamos, mas ainda estamos sem receber os recursos desde janeiro. A gente sempre apresentou os processos de contas, somos uma insitui√ß√£o com grande credibilidade", afirmou. 

Ainda segundo Argolo, gra√ßas a ajuda de colaboradores as contas do Lar Vida n√£o est√£o piores. "A gente que corre atr√°s, mas estado e munic√≠pio que s√£o nossos credores. Estamos vivendo um momento conturbado, como nunca visto na institui√ß√£o. Uma situa√ß√£o bem ca√≥tica", acrescentou S√īnia. 

Em nota, a SEMPS afirmou que uma √ļltima dilig√™ncia, encaminhada no √ļltimo dia 3, est√° sendo analisada e que caso n√£o seja encontrado outro ponto que justifique o pedido de esclarecimentos, o pagamento ser√° efetuado.

0 coment√°rios:

Deixe aqui sua opínião