quarta-feira, 10 de maio de 2017

SALVADOR ☼ Homem apontado como dono de casarão que desabou é indiciado

Desabamento foi resultado da falta de manutenção do imóvel e das fortes chuvas.
Xando Pereira | AG A TARDE

O artista plástico José Ivo da Costa Santos, de 63 anos, apontado como dono do casarão que desabou na Ladeira da Soledade, no Centro Histórico de Salvador, foi indiciado pela Polícia Civil por crime de desabamento culposo. A queda do imóvel no dia 24 de abril resultou na morte de três pessoas e deixou outras duas feridas.

Segundo resultado da perícia realizada no local, o desabamento do casarão foi causado pela falta de manutenção, agravada pelas fortes chuvas. Agora, a Justiça decidirá se José Ivo responderá em liberdade.

Dois dias após a tragédia, ele chegou a prestar depoimento na 2ª Delegacia Territorial DT-Lapinha), onde negou ser o proprietário do casarão. José Ivo alegou que seria apenas um intermediário, em caso de negociações para uma possível venda da residência.

Vizinhos

Porém, em nota divulgada pela Polícia Civil, o delegado Luiz Henrique Costa Ferreira explicou que ouviu vizinhos, e todos afirmaram que o homem sempre se apresentou como o dono.

O inquérito com o parecer do Departamento de Polícia Técnica (DPT) foi encaminhado ao Ministério Público nesta terça-feira, 9. De acordo com informações com o delegado Luiz Henrique, a pena que o artista plástico poderá receber vai de um a três anos para cada uma das mortes ocorridas, podendo chegar a até nove anos.

O artístico plástico teria sido notificado várias vezes pelo poder público sobre as condições do imóvel e sobre os riscos que o ameaçavam, mas não fez nada, segundo o delegado.

Vítimas 

O idoso José Prospero Deminco, 73, e os filhos dele, Ana Paula Carreiro Deminco, 34, e Paulo Ricardo Carneiro Deminco, 44, foram soterrados pelos escombros do casarão, que caíram sobre a casa da família. Além deles, outra filha do idoso, identificada como Simone Deminco, e o filho dela, um adolescente de 13 anos, também estavam na casa no momento do desabamento, mas sobreviveram. Eles foram retirados de dentro do imóvel por vizinhos.

0 comentários:

Deixe aqui sua opínião