segunda-feira, 22 de maio de 2017

SALVADOR Trabalhadores que atuaram no Carnaval pela Saltur denunciam atraso de pagamento

Trabalhadores que prestaram serviço para Empresa Salvador Turismo (SALTUR) no Carnaval do ano passado, entraram em contato com imprensa baiana denunciando atraso no pagamento.

Para reportagem, um deles afirmou que foram diretamente contratados pela Saltur, e os contratos variavam entre R$ 500 e R$ 1100. Entre os denunciantes estão seguranças de trio e palco, além de coordenadores. Eles atuaram em postos fixos e em brigadas móveis durante todo o período da folia.

“Depois de três meses eles pagam R$ 300. A gente liga para lá e eles dizem que não sabem quando o resto vai sair. Isso para quem tem conta no Bradesco, para quem tem conta na Caixa Econômica não pingou nada, e não sabe quando vão pagar”, relata.

Ao site, a assessoria da Saltur informou, por meio de nota, que "a contratação de terceirizados é realizada pela Secretaria Municipal de Gestão (Semge), entretanto vem também contribuindo no intuito de sanar as questões relacionadas aos trâmites necessários para o pagamento daqueles que atuaram junto ao órgão". 

Ainda de acordo com a Saltur, "os pagamentos já estão sendo realizados pela empresa responsável (WS Service). Porém, alguns impedimentos são percebidos na hora destes pagamentos, como inconsistências nos dados bancários, falta de documentação, entre outras. A Saltur está contatando esses profissionais com o objetivo de contribuir para a rápida resolução da questão".

0 comentários:

Deixe aqui sua opínião