segunda-feira, 12 de junho de 2017

FEIRA DE SANTANA: Polícia registra cinco assassinatos no fim de semana

Cinco homicídios foram registrados no fim de semana em Feira de Santana. Com os assassinatos de sábado e domingo subiu para 11 o número de homicídios neste mês e 167 no ano.

Conceição
Por volta das 20h de sábado (10), o cabeleireiro Rubens da Conceição Pimentel, de 45 anos, foi atingido por tiros na cabeça e no tórax quando estava no salão de sua propriedade localizado na Rua Branca, bairro Conceição. Segundo populares, homens armados invadiram o estabelecimento e fizeram os disparos.
Bonfim de Feira
No distrito de Bonfim de Feira, Mateus de Almeida Lopes,23, foi baleado na manhã de domingo (11). Ele ainda foi socorrido e levado ao Hospital Geral Clériston Andrade (HGCA) por volta das 6h30, mas chegou sem vida. Segundo familiares da vítima, Mateus tinha se envolvido em uma confusão numa festa no distrito e quando ele estava chegando em casa, um homem se aproximou e deflagrou três tiros no abdômen e na cabeça. Mateus morava na Rua Homero Borges, em Bonfim de Feira.

Cidade Nova
Por volta das 12h30 de domingo um homem ainda não identificado foi morto a tiros próximo ao Viaduto Miraldo Gomes, no bairro Cidade Nova, quando conduzia uma motocicleta Honda Biz, placa OVA-5147.

Duplo Homicídio na Matinha

Um duplo homicídio e uma tentativa de homicídio aconteceram no início da tarde de domingo, no distrito da Matinha. Segundo testemunhas, homens em um veículo Fox foram até a localidade de Lagoa Salgada e dispararam vários tiros.

Leonardo Barbosa Ribeiro, de 22 anos, morador do distrito de São José, foi alvejado com um tiro na cabeça. A outra vítima do duplo homicídio foi Welinton dos Santos Maia Júnior, de 20 anos, morador do bairro Mangabeira. Ele foi atingido na cabeça, axila e no peito.

Geilson Dias da Silva, 26, foi baleado com um tiro na cabeça e foi socorrido para o Hospital Geral Clériston Andrade (HGCA). Os crimes ocorreram próximo a uma mercearia. Os corpos foram encaminhados para o Departamento de Polícia Técnica (DPT). Os assassinatos serão investigados pela Delegacia de Homicídios (DH), que tem como titular o delegado Gustavo Coutinho.(Acorda Cidade)

0 comentários:

Deixe aqui sua opínião