sexta-feira, 9 de junho de 2017

SALVADOR ☼ ARTE: Baiano usa FGTS em maquiagem, cria personagem e disputa finais de pintura corporal

Marcos Borges, de 30 anos, já foi sereia, alienígena e até deus hindu. A vontade de encarnar diferentes figuras o levou a criar uma personagem que o acompanha toda vez que resolve pintar o rosto: a colorida Nina Codorna, drag queen que há um ano e oito meses se apresenta na noite LGBT da cidade.

Com um nome inspirado em duas divas da música (a alemã Nina Hagen e a americana Nina Simone) e na “ave barata de boteco”, Marcos/Nina é o único baiano e a única drag queen a chegar à semifinal do Face Awards Brasil. O concurso, promovido pela Nyx Cosméticos, põe artistas de maquiagem de todo o país para competir por um prêmio de 20 mil reais mais uma viagem à Los Angeles.

Ele começou a se montar por brincadeira, inspirado no reality show americano RuPaul’s Drag Race, exibido pelo VH1 e que é considerado a “Olimpíada das drag queens”. De uns tempos para cá, porém, o jovem designer, formado pela Escola de Belas Artes da UFBA, elevou o nível da sua maquiagem a ponto de estar frente a frente com alguns dos maiores maquiadores do país. E tudo sem fazer nenhum curso de maquiagem.

Foto: Reprodução / Facebook / Nina Codorna

0 comentários:

Deixe aqui sua opínião