sábado, 22 de julho de 2017

FEIRA DE SANTANA ☼ Cai número de inadimplentes no SPC

O Serviço de Proteção ao Crédito (SPC) mostrou quedas no volume de dívidas em nomes de pessoas físicas em comparação ao mesmo período de 2016 na cidade de Feira de Santana. Rui Santana diretor executivo do SPC Feira, explicou que este decréscimo foi comprovado através de um levantamento realizado pela instituição e para ele, esses números podem ter reflexo na classe empresarial que está tendo um cuidado maior na concessão de crédito e também no consumidor que está mais cauteloso ao adquirir qualquer mercadoria.

"Verificamos um decréscimo de 2% do número de inadimplentes em um levantamento que fizemos de janeiro a junho em comparação com o mesmo período do ano passado", acrescentou.

Também na opinião do diretor executivo, a queda da inadimplência e a renegociação de dívidas está sendo estimulada pala liberação das parcelas inativas do fundo de garantia (FGTS) e as chuvas que estão caindo ultimamente na região estão trazendo um alento muito grande para o a agricultura e para o comércio.

O perfil do consumidor inadimplente feirense continua sendo do sexo feminino de 30 a 40 anos. "A mulher na atualidade está assumindo responsabilidades de adquirir mercadorias e de comprar em nome da família toda. Consequentemente a probabilidade do seu nome ser incluído ao SPC é maior", acrescentou.

Inclusão no SPC

De acordo com Rui Santana, o nome de um consumidor inadimplente pode ir para o SPC no dia posterior ao vencimento da dívida. Tudo depende de orientações da empresa. Tem empresa que aguarda um prazo de 20, 30 dias e outras que já encaminham quando a dívida em atraso já está em cinco dias.

"Um alerta que eu faço é sempre é que a dívida vencendo hoje e ela sendo encamainhada para o SPC amanhã, o nome ainda não aparece em sistema nenhum. O nome do consumidor só passa a aparecer após dez dias que é o prazo eu nós damos com uma correspondência para o consumidor para ele se dirigir à empresa para renegociar essa dívida e consequentemente ter seu nome limpo", afirmou.

O consumidor tem a opção de tirar o seu nome do SPC assim que é feita a quitação ou renegociação da sua dívida com a empresa.

Com informações do repórter Ed Santos

0 comentários:

Deixe aqui sua opínião