sábado, 1 de julho de 2017

RETIROLÂNDIA ► Homem é baleado minutos antes do show de Tayrone e morre no hospital; suspeito é apreendido em flagrante

Vítima deu entrada por volta de 1h20 e morreu cerca de uma hora depois 

Um homem identificado por Maurício Cordeiro Nascimento, 26 anos, morreu por volta das 02h30 da madrugada deste sábado, 1º, no Hospital Municipal de Retirolândia, após receber tiros á queima-roupa quando participava da festa de São Pedro de Retirolândia.

A tentativa de homicídio foi registrada por volta de 01h e aconteceu ao lado esquerdo do palco ondeTayrone se preparava para iniciar o show, houve corre-corre enquanto a vítima agonizava no chão, a Polícia Militar que estava em vários pontos estratégicos da Praça da festa correu pelo meio da multidão e conseguiu capturar o suspeito, que antes dispensou o revolver calibre 32, supostamente usado no crime.
Os disparos foram efetuados ao lado dessa casa comercial que fica a 50 metros do palco 

Uma ambulância socorreu Maurício que residia na Avenida Contorno, Bairro Liberdade, em Valente, até o Hospital Municipal, mas seu estado era muito grave, pois, pelo menos duas perfurações atingiram a face e a cabeça, tendo inclusive perdido parte da massa encefálica. Uma ambulância de Valente chegou até o hospital de Retiro para realizar a transferência, mas não teve tempo.


Vítima levou um tiro na cabeça, perdendo massa
encefálica o que pode ter levado a morte
Segundo o site  Calila Noticias que esteve na Delegacia, tomou conhecimento que o atirador é um jovem de 17 anos, natural de cidade de Campo Formoso, estava sem documento, identificado pelas iniciais, I.H.da S. S, que estaria residindo em Coité. 

A delegada disse que o mesmo confessou que cometeu o crime de mando, ou seja, a vítima teria algum débito com o tráfico. Ainda de acordo com a delegada, apesar da informação de envolvimento com droga, a ficha criminal da vítima não aponta nenhuma passagem na delegacia.

Doutora Rosângela pediu para que o Conselho Tutelar de Retirolândia busque informações junto a CT de Campo Formoso para confirmar se é verdadeira a identidade passada pelo suspeito.
A PM agiu rápido e capturou o suspeito logo após o crime 

De acordo com a PM o próprio menor relatou que trabalha comercializando drogas para um individuo conhecido como “Galego” e a vitima devia uma quantia em dinheiro proveniente de compra de drogas para “Galego”. Como a divida não foi paga, “Galego” determinou que o menor matasse a vitima.

CN, com fotos de Raimundo Mascarenhas

0 comentários:

Deixe aqui sua opínião