sexta-feira, 21 de julho de 2017

SOBRADINHO ☼ Pescadores e agricultores têm prejuízos com seca

Os pescadores e agricultores que precisam da água do Rio São Francisco para realizar suas atividades na região estão tendo prejuízos por causa da estiagem prolongada que atinge o local, de acordo com informações do portal G1. A Agência Nacional das Águas (ANA) autorizou na última terça-feira (18) a Companhia Hidro Elétrica do São Francisco (Chesf) a reduzir para 550 m³ a vazão mínima da barragem de Sobradinho, no norte baiano por segundo.

O pescador João Eudes dos Santos disse ao portal G1 que não consegue encontrar peixe na região. "Está ruim mesmo de peixe. A gente bota a linha e tira, vem só a linha molhada mesmo", diz. Já o agricultor Antônio Ferreira, que tem tem dois hectares de manga e goiaba, afirmou que já reduziu o sistema de irrigação, mas a tendência é piorar. "Se o rio baixar para zero, do jeito que dizem que vai, a gente vai ter que abandonar", reclamou.

O rio regrediu um quilômetro nos últimos anos. O volume da barragem este mês registra menos de 11%, menor volume se comprado ao mesmo período do ano passado. Em julho de 2016, estava com pouco mais de 20%. 

Para amenizar a situação, a ANA também determinou que a captação de água na bacia do Rio São Francisco está proibida às quartas-feiras, exceto para abastecimento humano ou animal. A medida, junto com a redução da vazão deverá estar em vigor até 30 de novembro deste ano.

"Chuvas fortes ou fracas só irão acontecer a partir de novembro. Até lá, medidas têm que ser tomadas para guardar o máximo de água no reservatório de Sobradinho", disse o diretor de operações da Chesf, João Genrique Franklin.

0 comentários:

Deixe aqui sua opínião