sexta-feira, 4 de agosto de 2017

BRASIL ☼ Pagamento de bolsas e projetos científicos pode ser suspenso por falta de recursos

O Conselho Nacional de Desenvolvimento Científico e Tecnológico (CNPq) ligou o sinal de alerta para o financiamento de bolsas e projetos nos próximos meses. Segundo relatório do órgão, a partir do mês que vem, caso seu orçamento não seja descontingenciado imediatamente pelo governo federal, o pagamento pode ser suspenso. 

Ao todo, cerca de 90 mil bolsistas e 20 mil pesquisadores poderão ser prejudicados pela interrupção do financiamento. "O caso é de urgência urgentíssima", disse o presidente do CNPq, Mario Neto Borges, em entrevista ao jornal Estado de S. Paulo. “Acabou o dinheiro", declarou.

Principal agência de fomento à pesquisa do país, o CNPq exerce um papel considerado fundamental no desenvolvimento da ciência e da pós-graduação nacional, por meio do pagamento de bolsas e do financiamento de projetos. No Brasil, muitos pós-graduandos dependem desses recursos como única fonte de renda, para pagar as contas e se manter na universidade fazendo pesquisa.

Vinculado ao Ministério da Ciência, Tecnologia, Inovações e Comunicações (MCTIC), o Conselho vinha sendo poupado do corte de 44% do orçamento do pasta, anunciado em março pelo governo federal, com proteção estipulada para vencer no próximo mês.

"Até agosto conseguimos honrar nossas dívidas. De agora para frente, se não houver uma ampliação dos limites de empenho, vamos ficar impedidos de cumprir os compromissos assumidos, incluindo o pagamento de bolsas", afirma Borges. Nesta semana, uma reunião do presidente da CNPq com ministro Gilberto Kassab deve discutir a situação.

0 comentários:

Deixe aqui sua opínião