quarta-feira, 2 de agosto de 2017

SALVADOR ☼ Por insegurança, Sindicato volta atrás e ônibus não entram no bairro

A alegria dos moradores da região do Engenho Velho da Federação durou pouco. Após acordarem, na manhã desta quarta-feira (2/8), com a circulação normal dos ônibus no bairro, os motoristas e cobradores que trabalham no transporte público da região voltaram atrás e, mais uma vez, cruzaram os braços. Os veículos não estão mais entrando no final de linha do bairro, que, por sua vez, foi ‘deslocado’ para um ponto na Av. Cardeal da Silva.

Porém, por voltas das 6h50, o vice-presidente do Sindicato dos rodoviários, Fábio Primo, informou em entrevista a uma emissora de televisão que “os motoristas ainda se sentem inseguros e por conta disso vão suspender a circulação até o final de linha do bairro. Os ônibus estão indo até o ponto da Cardeal da Silva, próximo a um posto de combustível. Os veículos não estão entrando no bairro. Ao meio dia, haverá uma nova reunião e será definido a situação”, ressaltou.

A insegurança toma conta do bairro desde a tarde desta terça-feira (1º/8), quando moradores protestaram por conta da morte de um garoto, conhecido como “Choquito”. Na ocasião, interditaram as duas vias de acesso ao Engenho Velho.

Nesta quarta-feira, porém, apesar da presença de policiais da 41ª Companhia Independente da Polícia Militar (CIPM) e Rondesp, o clima é de medo.

O secretário da Mobilidade de Salvador, Fábio Mota, informou que já está se deslocando para o bairro “na tentativa de intermediar a situação para evitar, ao máximo, transtornos aos moradores”.

0 comentários:

Deixe aqui sua opínião